Atualização Cadastral App Store Google Play facebook twitter youtube

Artigos

 

O Sonho de Deus

Publicado em: 24/10/2017 por CBN-SP

O sonho de Deus

“Fiz o primeiro relato, ó Teófilo, acerca de tudo que Jesus começou, não só a fazer, mas também ensinar. ”
Atos 1:1

Desde o início Deus quis um povo para Ele. Um povo que o amasse, que o adorasse. Um povo com quem Ele se relacionasse, que andasse junto a Ele e que acima de tudo lhe fosse peculiar.

Movido pelo amor, Deus elege a Israel através de Abraão para que lhe fosse este povo peculiar, mas, Israel falhou. Aliás, muitas vezes e o Pai sempre movido pelo amor, reescrevia uma história pois Sua intenção sempre foi ter seu povo amado ao Seu lado.

Em João 3:16 diz que Deus amou o mundo de tal maneira que entrego seu próprio filho para morrer por nós, se sacrificando pelos nossos pecados e nisto, o sonho de Deus continuaria vivo.

O autor do livro de Atos dos apóstolos que foi o mesmo autor do Evangelho de Lucas, o médico amado, o historiador, o amigo de Paulo, observador de tudo o que aconteceu a respeito de Jesus e dos primeiros passos de um povo nos caminhos do Seu Senhor, Lucas registra aqui no início deste relato a maneira como Deus em Seu amor e projeto fez nascer seu Sonho.

Lucas registra que durante três anos Jesus pregou anunciando o reino de Deus e este reino não foi imposto e sim ofertado.
Em João 1:12 diz: “ que há todos quanto o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus…”.

O sonho de Deus só pode ser viabilizado através de Jesus que morreu por nós fazendo com seu seu sacrifício e expiação nos tornasse povo escolhido, nação santa de sacerdócio real.

Em sua exposição inicial Lucas registra que foi a ressurreição de Jesus o ponto máximo da viabilização deste sonho.

Deus queria um povo aliançado e fiel pois anteriormente, em da função da volatilidade humana em sempre flertar com o pecado e se desviar e dos caminhos e dos propósitos de Deus as alianças de santidade e fidelidade eram rompidas e todas as vezes os homens se afastavam de Deus pois Ele é santo e não pode se relacionar onde há o pecado. A Morte de Jesus Justificou o homem diante de Deus e por isso voltamos a ter paz com Ele através de Jesus.

O sacrifício de Jesus estabeleceu uma aliança inquebrável pois agora esta aliança não depende mais dos homens e sim unicamente da vontade amorosa de um Deus Pai que ama incondicionalmente.

A ressurreição é a prova da infalibilidade desta aliança pois todos viram por 40 dias Jesus vivo, ensinando, comendo e se relacionando com seus amados discípulos e amigos. Glórias ao pai!!! Jesus está vivo.

O sonho de Deus em ter um povo que o ame se cumpre na igreja de Jesus seu filho!

Pr. José Ricardo Gonzales
Da série de sermões “Um sonho divino” Baseado no livro de Atos

 

 

 

logo
home   |   sobre nós   |   artigos   |   galeria   |   download   |   contato
Rua Lavradio, 424 - 01154-020 - Barra Funda - São Paulo - SP - cbnsp@cbnsp.com.br - 11 3662-6000 / 11 3662-0497 / 11 96382-6717
Horário de atendimento ao público: de terça-feira à sexta-feira, das 9h00 às 17h00.
Copyright ©2019 Convenção Batista Nacional do Estado de São Paulo. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: MFC Comunicação.
Topo