Atualização Cadastral App Store Google Play facebook twitter youtube

Artigos

 

Imputação

Publicado em: 05/05/2016 por CBN-SP

Imputação

Jó 11.6 “…sabe, pois, que Deus exige de ti menos do que merece a tua iniqüidade.”

Num ponto turístico que fora uma mina de muita profundidade, em que os trabalhadores nos métodos primitivos extraíam e subiam milhares de degraus carregando o peso nas costas, agora havia um moderno elevador, que transportava os turistas. O guia contava os detalhes de como sofreram aqueles operários para produzir certa riqueza. Alguém, que estava ali como turista aproveitou a deixa para falar do amor de Deus pela humanidade e ligou os pontos entre as duas obras. Ele asseverou que esse elevador moderno, rápido e suave que faz esse percurso, sem que tenhamos que fazer qualquer esforço, é um presente que os turistas ganharam; mas houve um preço e um trabalho para que ele estivesse disponível e assim facilitasse nosso acesso para visitação.

Deus, em Cristo lá na cruz fez algo extremamente importante sem nenhum custo para nós, pois recebemos o perdão e a reconciliação pela graça através da fé; mas a Deus custou o seu filho unigênito e a Jesus custou sua própria vida. Hoje, somos perdoados de graça e sem merecimento algum, porque o custo e a culpa dos nossos pecados foram atribuídos a Jesus lá na cruz.

Deus nunca foi injusto e nunca o será, ele não cobra de nós, porque já recebeu essa dívida de Jesus. Cristo era e ainda é inocente, santo e imaculado, mas se voluntariou diante do Pai, para ser o sacrifício definitivo, o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (Jó 1.29).

Quando o amigo de Jó, o seu Zofar, apresenta um discurso moralista, mostrando o quando Deus e grande e bom, sábio e poderoso, e que nem está exigindo tanto de Jó como ele realmente merecia, ele está dizendo uma verdade da redenção, mas a motivação do seu coração, não é apresentar a redenção e a obra de Deus que salva os pecadores. Ele estava na verdade era pressionando Jó para admitir alguma falha ou iniquidade escondida que justificava o juízo de Deus sobre ele. Isso é o que chamamos de “soluções simplistas para situações complexas. Deus quer que falemos e exortemos as pessoas a que se arrependam de seus pecados e de suas vidas fora dos padrões de Deus; mas essa chamada, deve ser feita em amor e mostrando a graça de Deus.

Os pecadores já vivem sob condenação de suas próprias consciências, as trevas e a ignorância espiritual já os apavoram o tempo todo. Muitos deles temem a morte, angustiam-se com vida pós-morte. O Evangelho é um alento, um convite a descanso e a paz com Deus. O cristão é um mensageiro de paz e amor!

Pai, obrigado por um novo dia e uma nova oportunidade de desfrutar de sua graça maravilhosa. Sei que os meus pecados foram levados por Jesus lá na cruz e posso desfrutar de uma nova vida de justiça e paz. Graças de dou por afastar de mim os pecados e seus efeitos, pois confesso a tua salvação, garantida pelo sangue de Jesus derramado no calvário. Cristo é agora, a minha justiça e não só para mim, para todos os que colocam nele a sua fé. Em Nome de Jesus, amém.

Pr. Jason Gomes

 

 

 

logo
home   |   sobre nós   |   artigos   |   galeria   |   download   |   contato
Rua Lavradio, 424 - 01154-020 - Barra Funda - São Paulo - SP - cbnsp@cbnsp.com.br - 11 3662-6000 / 11 3662-0497 / 11 96382-6717
Horário de atendimento ao público: de terça-feira à sexta-feira, das 9h00 às 17h00.
Copyright ©2019 Convenção Batista Nacional do Estado de São Paulo. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: MFC Comunicação.
Topo