Atualização Cadastral App Store Google Play facebook twitter youtube

Artigos

 

Convicções

Publicado em: 08/11/2017 por CBN-SP

conviccoes

“Se vivemos, para o Senhor vivemos; e, se morremos, e para o Senhor que morremos. Sendo assim, quer vivamos ou morramos, pertencemos ao Senhor.” Romanos. 14:8 Kj

Uma vida sem convicções é algo muito difícil. A firmeza de propósitos nos leva a tomar decisões mais acertadas no presente que, inevitavelmente, irão influenciar nossa vida no futuro. Sem um posicionamento alicerçado na Palavra de Deus seu presente poderá ser muito ruim e seu futuro um desastre. Sem convicções ou sem fé somos inconstantes como afirma Tiago 1:6: “… pois o que crê com reservas é semelhante à onda do mar, agitada e levada pelo vento.”

Vamos tomar como exemplo o apóstolo Paulo, conforme Atos 27:23 Kj, que diz: “Pois ontem, durante a noite, apareceu-me um anjo de Deus a quem pertenço e a quem sirvo, e comunicou-me…” Em outra ocasião Paulo volta a afirmar: “Paulo, servo do Senhor Jesus Cristo, chamado para ser apóstolo, separado para o Evangelho de Deus.” Romanos 1:1.

Uma vida de convicções precisa estar alicerçada em pelo menos três colunas:

1. Saber quem somos

O apóstolo Paulo era um homem que sabia quem ele era, de onde ele tinha vindo, qual era a sua formação intelectual, secular e teológica. Filipenses 3:5 Kj, afirma: “… circuncidado no oitavo dia de vida, filho da descendência de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus, quanto à lei fariseu.”. Sua convicção não era uma manifestação de orgulho, ao contrário, era de submissão, pois, na sequência ele afirma que havia colocado todas essas coisas aos pés de Cristo como perda, pois, agora, ele tinha algo melhor em mente: a sublimidade ou a superioridade do conhecimento de Cristo. Nós também precisamos ter a mesma atitude: não nos vangloriar do que somos ou do que temos, mas devemos submeter tudo ao senhorio do nosso Senhor Jesus Cristo.

2. Saber a quem servimos.

Se o objetivo do nosso serviço cristão é para agradar pessoas, na expectativa de receber aplausos ou palavras de afirmação, certamente teremos muitas frustrações e mágoas, pois sempre nos depararemos com a ingratidão, com o desrespeito, com insensibilidade e a falta de consideração. Porém, se servimos às pessoas com a consciência de que estamos servindo a Deus, estaremos livres de frustrações, pois Aquele que nos chamou é o justo Juiz que nos recompensará. Na verdade, servir ao nosso Deus e Salvador Jesus Cristo, sendo uma benção para as pessoas, já é uma grande alegria.

3. Saber a quem pertencemos.

É possível saber quem somos e também prestarmos serviço na igreja e na comunidade sem, contudo,  ter a convicção de pertencemos Àquele que nos comprou, nos redimiu e nos salvou. A certeza de que somos de Deus, mediante a salvação que nos foi dada por meio do sacrifício de Cristo no calvário é maravilhoso! Temos a certeza de que a nossa vida está Nele, e por isso temos a vida eterna. Pertencer a Deus é mais que ir à igreja, é mais que ser um mero religioso; é entender que tudo que somos e temos pertence a Ele. Portanto, tendo nossa vida firmada em convicções, que estão alicerçadas por essas três colunas, podemos seguir nossa jornada sabendo que Aquele que nos chamou caminha conosco e, portanto, nada nos abalará, pois, se a maior tempestade se abater sobre nós, estaremos seguros e tranquilos, pois sabemos a quem pertencemos.

Em Cristo,

Pr. Mauricio de Carvalho Xavier

 

 

 

logo
home   |   sobre nós   |   artigos   |   galeria   |   download   |   contato
Rua Lavradio, 424 - 01154-020 - Barra Funda - São Paulo - SP - cbnsp@cbnsp.com.br - 11 3662-6000 / 11 3662-0497 / 11 96382-6717
Horário de atendimento ao público: de terça-feira à sexta-feira, das 9h00 às 17h00.
Copyright ©2019 Convenção Batista Nacional do Estado de São Paulo. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: MFC Comunicação.
Topo